Blog do Nel

I'm only half a body without your embrace.

6ª morte causada pelo vírus mutante da gripe suína



Um pacientes infectado por uma cepa que sofreu mutação do vírus da gripe suína, o A H1N1, morreu na Espanha, informou hoje o Ministério da Saúde do país. Trata-se do sexto caso fatal provocado por uma mutação do A H1N1 na Europa. Um caso foi registrado na Holanda. França e Noruega tiveram dois casos cada.

"Nós registramos três casos de mutação, incluindo um que foi fatal. Esses são três casos isolados e não houve transmissão para outras pessoas", disse o porta-voz do Ministério à agência "France Presse".

No mês passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que mutações do vírus foram observadas no Brasil, China, Japão, México - onde a epidemia da doença começou - Ucrânia e nos Estados Unidos já em abril. Na segunda-feira, a Itália também reportou um caso de mutação do vírus, mas o paciente continua vivo.

"As mutações parecem ocorrer esporadicamente e espontaneamente. Até o momento, não foram descobertas ligações entre o pequeno número de pacientes infectados com o vírus que sofreu mutação e a mutação não parece se espalhar", disse a OMS em comunicado divulgado no dia 20 de novembro.

A OMS também destacou que não há evidência de mais infecções ou mais mortes como resultado da mutação, embora o vírus que sofreu mutação continue sensível a drogas antivirais usadas para tratar os casos graves como o oseltamivir (Tamiflu) e o zanamivir (Relenza).

Os cientistas temem que as mutações sofridas pelo vírus da gripe possam causar uma pandemia mais forte e mortífera. O órgão mundial de saúde reiterou seu pedido para a monitoração da doença. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Estadão

Blog do Nel

0 Comentários:

Postar um comentário

Olá! Como vai? Aqui é o Nel.

Eu gosto de conhecer meus leitores, então se você não tiver perfil em alguma conta abaixo , por favor, escolha a opção "Nome/URL". E em "URL" você pode colocar o link do seu perfil no Twitter, por exemplo.

Obrigado por comentar! Volte sempre.