Blog do Nel

I'm only half a body without your embrace.

França x Irlanda: triste momento do futebol



O atacante francês Thierry Henry afirmou nesta sexta-feira que a FIFA faria justiça se anulasse a partida entre França e Irlanda, na quarta, pela repescagem das Eliminatórias. O jogo terminou com o 1 a 1, após prorrogação, e classificou os franceses para a Copa do Mundo de 2010.

Henry foi o protagonista do lance que definiu a partida. Aos 12 minutos da prorrogação, depois de lançamento na área, ele ajeitou a bola com a mão esquerda e tocou para William Gallas marcar o gol de empate francês.

"Está claro que a solução mais evidente seria voltar a jogar a partida, mas isso não depende de mim. Naturalmente estou incomodado com a maneira como conquistamos a vaga, e sinto muito pelos irlandeses, que mereciam ir à África do Sul", afirmou o atacante.

Henry disse que em nenhum momento negou ter tocado a bola com a mão. "Foi uma reação instintiva, a bola estava muito rápida. Nunca deixei de admitir que usei a mão para controlar a bola. Disse aos jogadores da Irlanda, ao árbitro e à mídia depois do jogo. Não sou nem nunca fui um trapaceiro", disse.

A Associação de Futebol Irlandesa enviou um pedido à FIFA para que houvesse anulação da partida, e um novo jogo fosse disputado. A entidade máxima do futebol, no entanto, já descartou a hipótese de repetir o confronto.

Fonte: O Estadão

Eu acho um absurdo essas marcações erradas. Era para ter um juiz vendo as imagens feitas pelas emissoras de TV que passasse o que realmente houve para o juiz em campo, que por muitas vezes não consegue ver o que há porque está distante ou encoberto por jogadores, assim evitaria marcações erradas desse tipo que decidem a vida do esporte de um país num evento tão importante. Se o próprio jogador confessou que usou a mão, o juiz deveria ter pedido imagens da câmera para se certificar e anular o gol na hora do jogo.
O presidente francês, Nicolas Sarkozy, pediu desculpa ao primeiro-ministro irlandês, Brian Cowen, e esteve disposto a apoiar uma eventual repetição da partida entre as nações. Mas a França e os jogadores têm culpa, quem marcou o gol errado foi o juiz e ele não pôde ver o ajeitada com mão do Henry.
Acontece que agora não tem pedido de anulação que dê jeito, nem se for feito pelo Papa, pois está nos regulamentos da FIFA que as decisões tomadas pelo juiz são tidas como inalteráveis e definitvas. [:/]

0 Comentários:

Postar um comentário

Olá! Como vai? Aqui é o Nel.

Eu gosto de conhecer meus leitores, então se você não tiver perfil em alguma conta abaixo , por favor, escolha a opção "Nome/URL". E em "URL" você pode colocar o link do seu perfil no Twitter, por exemplo.

Obrigado por comentar! Volte sempre.