Blog do Nel

I'm only half a body without your embrace.

Caminho das Índias conquista Emmy 2009



Eleita a melhor telenovela de 2009 nesta edição do prêmio Emmy Internacional, "Caminho das Índias" poderá ser vista pelos indianos no próximo ano. Em janeiro, a TV Globo vai apresentar a história do triângulo amoroso entre Maya (Juliana Paes), Raj (Rodrigo Lombardi) e Bahuan (Márcio Garcia) ao mercado internacional, na National Association of Television Program Executives (Natpe) - feira de televisão que acontece em Las Vegas e é acompanhada por executivos de emissoras do mundo inteiro.

Segundo a autora Glória Perez, 80% dos países da América Latina já compraram os direitos de exibição da trama, dirigida por Marcos Schechtman. "As conversas com a Índia já começaram. Mas só vamos saber em janeiro quais países irão exibi-la. Vamos torcer".

A autora não acredita que a vitória no Emmy tenha se dado pelo fato de a novela mostrar os costumes e o sistema de castas da Índia. "Histórias de amor são universais. Elas agradam se passando na Índia ou numa cidadezinha do interior. Não importa", opinou. "Estou muito feliz com esse reconhecimento".

"Caminho das Índias" concorreu na categoria telenovelas com as filipinas "A time for us" e "Magdusa Ka" e a francesa "Second chance".

Tendo como cenários a Índia e o Rio de Janeiro, a novela mostrou o choque cultural entre os costumes indianos e brasileiros e explicou como funcionam os casamentos arranjados e o sistema de castas no país asiático.

O núcleo carioca colocou em debate temas como a esquizofrenia, por meio do drama do jovem Tarso, interpretado por Bruno Gagliasso, e a psicopatia, com a personagem Yvone, vivida por Letícia Sabatela.

Alguns bordões indianos ganharam as ruas durante a novela como “are baba” e “tike”. Com experiência semelhante em “O clone” (2002) - que mostrou os costumes muçulmanos - e “Explode coração” (1995) - que tinha um núcleo cigano - Glória Perez conta como faz para que a inserção das palavras estrangeiras caia na boca do povo.

“Quando faço a pesquisa, recolho essas expressões no decorrer da convivência com as pessoas da cultura a ser retratada. Você lança um punhado dessas expressões nos diálogos, e o público seleciona naturalmente”, explica a autora.




Fonte: G1

Parabéns a todos os envolvidos. Eu, infelizmente, não pude acompanhar a novela, porque se passou no meu período de trabalho, mas confio no trabalho da Glória e pude ver que a novela fez sucesso pelos bordões utilizados por todos. Ela e Maneco são os autores que mais gosto. Teve também o fato de superação da doença dela para término da novela. Ela deve está muito orgulhosa mesmo do prêmio máximo da televisão, assim como o Oscar é o prêmio máximo pra o cinema.

A Índia me lembra um grande amigo que tenho de lá. Nos conhecemos atráves da comunidade oficial de Shakira no Orkut. Ele se chama Hari Krishnan M. e fala 4 idiomas (malayalam, inglês, tamil e hindu) e nos comunicamos (ou pelo menos tentamos, pois meu inglês não é perfeito) pelo Orkut quase que diariamente mesmo com as 8h de diferença. Obrigado pela sua amizade que ultrapassa quilômetros de ditância Kan (apelido do apelido dele que é "Kannan"). [Risos]

Ele tem uma família maravilhosa. Uma irmã que canta muito bem de 13 anos, chamada Gopika. Uma mãe tímida chamada Indira e um pai trabalhador chamado Muraleedharan. É realmente é difícil pronunciar os nomes deles, mas aos pouco eu vou melhorando a pronúncia. Hari e Gopika eu já sei falar bem. Eu ensinei também algumas palavras em português para os dois. [Risos]
Não nos conhecemos pessoalmente mas o carinho que temos uns pelos outros é como se fóssemos todos uma família só. Índia e Brasil unidos.


"IS2U"

Blog do Nel

0 Comentários:

Postar um comentário

Olá! Como vai? Aqui é o Nel.

Eu gosto de conhecer meus leitores, então se você não tiver perfil em alguma conta abaixo , por favor, escolha a opção "Nome/URL". E em "URL" você pode colocar o link do seu perfil no Twitter, por exemplo.

Obrigado por comentar! Volte sempre.